Você está aqui

Nota de solidariedade à greve de fome das companheiras e companheiros do MPA contra a Reforma da Previdência

Nós mulheres camponesas nos solidarizamos com nossas/os companheiras/os do Movimento dos Pequenos Agricultores que desde ontem dia 05 de dezembro estão fazendo Greve de Fome para barrar a Reforma da Previdência em Brasília. A Reforma em tramitação retira direitos das trabalhadoras e trabalhadores que com muita luta, garra e determinação foram conquistados ao longo da história. Lutar pela vida e pelos direitos de milhões de brasileiras/os colocando a própria vida em risco é um ato que mostra o quanto a solidariedade ainda está presente, para os movimentos organizados essa tem sido uma luta diária nos diferentes espaços e contextos.

A proposta retira direitos de toda a classe trabalhadora, portanto não podemos desmobilizar a união de toda a classe trabalhadora. É exatamente essa a mensagem que um dos coordenadores do MPA, Bruno Pilon, resumiu nessa fala: “Nem a aparente retirada dos rurais da Reforma Previdenciária nos fará retroceder a luta, essa é uma luta de classe. Se nossos irmãos e irmãs urbanos serão atingidos também seremos, vamos nos manter firmes para barrar esses retrocessos”.

Os golpistas tentaram nos enganar, dizendo que os rurais estavam fora, mas a verdade é que a reforma da previdência mantém inúmeros prejuízos para nós mulheres camponesas, a bandeira da Previdência Pública Universal e Solidária é muito cara para o MMC, construir um projeto de sociedade onde todas as pessoas tenham direito a viver com dignidade, permanecer no campo, produzindo alimentos saudáveis, enfrentando todas as formas de violências contra as mulheres é a nossa missão. Por isso o Movimento de Mulheres Camponesas apoia essa greve de fome convoca todas as mulheres camponesas suas famílias, a classe trabalhadora em geral a se somar na luta contra a Reforma da Previdência, não aceitamos retrocessos.

A Previdência é Nossa! Ninguém tira ela da Roça! Nenhum Direito a Menos!

Coordenação nacional do MMC

Chapecó, 6 de dezembro de 2017

Minga Informativa

Produção: MDA Comunicação Integrada